Usamos cookies neste website para que você possa ter a melhor experiência. Ao continuar a utilizar este site, entendemos que está ciente disso.

Usamos cookies neste website para que você possa ter a melhor experiência. Ao continuar a utilizar este site, entendemos que está ciente disso.

Blog

Desde 1996, a lei das patentes instituiu novas práticas no mercado brasileiro de medicamentos. Superados 20 anos da fabricação do produto, o remédio teria sua composição química divulgada e outros laboratórios poderiam formular versões genéricas, que prometiam eficiência similar a um custo muito mais baixo. O sucesso da medida teve, entretanto, um efeito colateral: a ideia de que medicamentos importados eram necessariamente mais caros do que suas versões nacionais. Nada mais longe da verdade. Se a tese é coerente com a realidade em alguns casos, em muitos outros importar o medicamento se mostra mais seguro e vantajoso também do ponto de vista financeiro.

Comercializado pela AstraZeneca em cápsulas de 100 / 300 mg, o Caprelsa ostenta o reconhecimento em ser o primeiro medicamento aprovado pelo FDA para o tratamento de pacientes com carcinoma medular de tireoide (MTC) localmente avançado irressecável ou metastático. A indicação do órgão regulador estadunidense considera a utilização em casos de impossibilidade da remoção por cirurgia ou quando o tumor se espalha para outras partes do corpo. A aprovação do Caprelsa se deu por sua inibição à quinase, um tipo de enzima que pode sinalizar a ativação de outras moléculas em uma célula, incluindo uma célula cancerosa.

A European Medicines Agency (EMA), órgão regulador do monitoramento científico, da avaliação, supervisão e segurança dos medicamento desenvolvidos por laboratórios farmacêuticos no Velho Continente, concedeu aprovação ao Translarna, desenvolvido pela PTC Therapeutics, a para tratamento da Distrofia Muscular de Duchenne (DMD). Designado como medicamento órfão pela EMA, ou seja, destinado a doenças raras, o Translarna apresentou eficácia em sua atuação contra a doença hereditária, responsável por provocar fraqueza muscular e gradativa perda da função.

Produzido pela Ipsen Biopharmaceuticals, Inc, o Somatuline recebeu aprovação da Food and Drug Administration (FDA), agência federal do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos, para o tratamento de acromegalia, distúrbio em adultos em que a glândula pituitária produz hormônio de crescimento em excesso. Comercializado em solução injetável (60 mg, 90 mg e 120 mg) o medicamento tem o Acetato de Lanreotida como princípio ativo.

Considerado um raro e grave distúrbio genético, a mucopolissacaridose tipo II (MPS II), popularmente conhecida como Síndrome de Hunter afeta principalmente homens e faz parte das várias doenças de depósito lisossômico, ou seja, das que interferem na capacidade do organismo em quebrar e reciclar determinadas substâncias, no caso, as conhecidas como glicosaminoglicanos (GAGs). Para seu combate, a Global Green Cross criou o Hunterase, uma terapia de reposição enzimática em forma de injeção.

Câncer com maior incidência no mundo, desde 1985, o câncer de pulmão atinge homens e mulheres e, em 85% dos casos diagnosticados, está diretamente relacionado ao tabagismo ou exposição passiva ao tabaco, de acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca). A detecção e o tratamento precoce são as principais armas para a cura da doença. Um dos medicamentos mais indicados é o Alunbrig (Takeda Pharmaceutical Company Limited), aprovado pela Food and Drug Administration - agência reguladora dos EUA - para o tratamento de pacientes com linfoma anaplásico metastático quinase (ALK) -câncer de pulmão de células não pequenas positivas (NSCLC).

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) anunciou uma boa notícia para o tratamento de quem sofre com a Síndrome de Sly, doença rara também conhecida como mucopolissacaridose do tipo VII (MPS VII). Em registro publicado do Diário Oficial da União, o órgão regulador aprovou o Mepsevii, medicamento com alfa vestronidase, princípio ativo indicado para terapia de reposição enzimática. Na Europa, o Mepsevii foi designado como medicamento órfão, ou seja, status dado a medicamentos que tratam doenças raras por um órgão regulatório de saúde oficial do país. No caso do Brasil, a Anvisa considera a indicação para incidência de doenças menor que 5 em cada 10 000 pessoas.

O passar do tempo estampado no rosto. Assim, podemos descrever as marcas provocadas pelas rugas que, por mais que representem a história e a trajetória, também podem significar um verdadeiro incômodo para quem as exibe. Nesse caso, a solução é recorrer a medicamentos capazes de amenizar os sinais, como Striadril, uma fórmula tópica bioativa. De rápida absorção pela pele, o creme é uma verdadeira mescla de agentes que aumentam a firmeza, hidratam e melhoram a elasticidade da pele. O Striadril age diretamente nas marcas das rugas, diminuindo o seu comprimento, melhoram a textura da região e pode descolorir a linha.

Você já ouviu falar em bexiga hiperativa? De acordo com a Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), a doença é caracterizada pela associação de sintomas como urgência urinária - seja com, ou não, incontinência associada, geralmente acompanhada de aumento de frequência e incontinência urinária noturna. Só quem já sofreu por isso sabe do incômodo para lidar mesmo como as mais simples tarefas do dia, como, por exemplo, sair de casa. Como está associada a vários fatores de risco, como diabetes insulinodependente, depressão - indivíduos com depressão têm três vezes mais chances de desenvolver bexiga hiperativa - e idade acima dos 75 anos, a bexiga hiperativa deve ser tratada com medicamento e em conjunto com as especialidades clínicas citadas. É o caso do Toviaz, descrito pela European Medicines Agency (EMA) como tratamento eficaz contra a doença.

Você já ouviu falar em hirsutismo? A palavra é incomum, mas descreve uma disfunção incômoda para muitas mulheres: o crescimento excessivo de pêlos em áreas do corpo “naturais” aos homens, como no queixo, no lábio superior, na região do tórax e ao redor dos mamilos, por exemplo. Embora não constitua um grave problema de saúde, o hirsutismo pode provocar transtornos emocionais como a baixa da autoestima e a distorção da autoimagem da mulher. No entanto, uma excelente alternativa disponível no mercado farmacêutico pode sanar o problema: a utilização do creme Vaniqa, com eficiência comprovada e aprovado pelo Food And Drug Administration, agência reguladora dos Estados Unidos.

Medicamentos em Destaque

  • Todos
  • Acalabrutinib
  • Acetato De Abiraterona
  • Acetato De Lanreotida
  • Alergista
  • Amifampridine
  • Amiloidose HATTR
  • Apalutamide
  • Besilato De Atracúrio
  • Besilato De Cisatracúrio
  • Cabozantinib
  • Carcinoma De Célula Escamosa Cutânea Metastático
  • Carcinoma Metastático
  • Cardiologista
  • Carfilzomib
  • Cemiplimab
  • Citrato De Fentanila
  • Cloreto De Suxametônio
  • Cloridrato De Dexmedetomidina
  • Cloridrato De Dextrocetamina
  • Clínico Geral
  • Colangite Biliar Primária
  • COVID 19
  • Crizotinib
  • CSCC
  • Câncer
  • Câncer De Bexiga
  • Câncer De Mama
  • Câncer De Ovário
  • Câncer De Pele
  • Câncer De Próstata
  • Câncer De Pulmão
  • Câncer De Tiroide
  • Daratumumab
  • Dermatologia
  • Diazoxide
  • Dinutuximab
  • Doença De Wilson
  • Enasidenib
  • Endocrinologia
  • Enxaqueca
  • Erenumab Aooe
  • Esilato De Nintedanibe
  • Fibrose Cística
  • Fibrose Pulmonar
  • Gastroenterologia
  • Geneticista
  • Gilteritinib
  • Ginecologia
  • Hematologia
  • Hepatite C
  • Hepatologia
  • Hipertensão Pulmonar
  • Hipoglicemia
  • HIV Infecção Em Adultos
  • Ibrutinib
  • Infectologia
  • Infectologista
  • Ipilimumabe
  • Ledipasvir
  • LEMS
  • Leocemia Mieloide
  • Leucemia
  • Leucemia Mieloide Aguda (LMA)
  • Mastologia
  • MCL
  • Melanoma
  • Melanoma Avançado
  • Midazolam
  • Mieloma Múltiplo
  • MPS VII
  • Neurologia
  • Nilotinibe
  • Norepinefrina Bitartarato
  • Olaparib
  • Oncologia
  • Ortopedia
  • Osimertinib
  • Palbociclib
  • Patisiran
  • Pediatria
  • Pembrolizumab
  • Pirfenidona
  • Pneumologia
  • Polimixina B
  • Porfiria Hepática Aguda (AHP)
  • Propofol
  • Psoríase Em Placa
  • Recombinant Human Erythropoietin
  • Remdesivir
  • Riociguat
  • Rocurônio
  • Sofosbuvir
  • Sulfato De Morfina
  • SÍNDROME DE SLY
  • Trientine
  • Urologia
  • Ustequinumabe
  • Vandetanib
  • Velpatasvir
  • Vemurafenibe
  • Voxilaprevir
  • Ácido Obeticólico
  • Default
  • Title
  • Date
  • Random
mais medicamentos segure SHIFT para carregar todos todos os medicamentos